terça-feira, 24 de março de 2009

, ... ... ...



Ver o sol nascer. A chuva cair. O céu estrelar. A lua surgir (refletida no mar). Sentir o chão nos pés. O vento no rosto. O gosto salgado, doce, azedo. Cedo ou tarde, não importa. Andar em zigue-zague com Deus em linhas tortas. Andar aos assovios. Assoprar a sopa quente. Cantar intensamente qualquer canção. Por menor que seja. Por menor que surja no coração. Ter um cãozinho e uma árvore e um canteiro e um livro de se tocar ou tatear na memória. Contar histórias, estórias, estados de espírito. Espalhar espuma no banho, ter medo do escuro. Ter a cura em um sorriso. Arrancar o siso. Ser liso de vez em quando. Chorar por amor. Derramar o leite. Errar, pular, embriagar, eclodir. Ser por hora o palco. E também o público. Tomar um susto, roubar um beijo, sentir o corpo estremecer. Se entregar sem culpa, sem cismas e não compreender a dízima dos sentimentos. Viver com gula. Agir com sede. Ter holofotes e trajes de gala. Arrumar as malas, visitar um velho amigo. Estar liberto, luzindo a libido de cada dia. Começar hoje a poesia de amanhã. Sonhar ontem o traço de hoje. E que haja tudo em seu tempo: a luz e o sofrimento. Porque tudo há de emergir na carne: cada espinho com sua cerda. Cada flor com seu momento.

Mário Liz

7 comentários:

Mázinha disse...

"Ter a cura em um sorriso. Arrancar o siso. Ser liso de vez em quando. Chorar por amor."

Foi lá dentro!
A Mázinha te ama muito... e vc esqueceu de uma coisa...
"Comer bolo de cenoura da vó Benê" =]
hahahahahaha

Beeijooo!!

...Natália Monique... disse...

"cada espinho com sua cerda. Cada flor com seu momento."

aff...

Teu ponto no momento certo, tua vírgula exata...o tom sempre acertado na hora que o coração da gente pede -feliz- um alimento pra alma.

me enchi de ti e das palavras lindas!

beijo meu

Polyana Bárbara Rodrigues disse...

Querido Mário, temos uma sintonia que não se pode dizer: ela é de alma! tua sensibilidade tem a capacidade de tornar a vida das pessoas mais leves e mais claras! um super beijo

Chatury disse...

Adoro tudo o que você escreve, adoro ainda mais quando escreve "linearmente", pedacinhos que traduzem o mistério de toda essa poesia
chamada VOCÊ.


*minha flor chegou... :)

Violeta disse...

"Cedo ou tarde, não importa. Andar em zigue-zague com Deus em linhas tortas."

Muitas pessoas pensam com a sensibilidade, você sente com o pensamento.Parabéns.

julee disse...

*suspiros*

Lika disse...

"Ter a cura em um sorriso."

Lindo Lindo Lindo =]

Tudo lindo!

a Likinha te ama muito xuxu =]

muito obrigada por tudo, sempre..

Quem sou eu

Minha foto
Pouso Alegre, Minas Gerais -, Brazil
Redator Publicitário e Planejamento Estratégico da Cartoon Publicidade, graduado em Publicidade e Propaganda pela UNIVAS. Bacharel em Direito, graduado pela Faculdade de Direito do Sul de Minas. Roteirista do projeto multimídia E-URBANO1 e E-URBANO2, pela UNIVAS E UNICAMP. Ganhador do concurso nacional de redação de 2006 (MEC E FOLHA DIRIGIDA-RJ), onde superou mais de 37.000 concorrentes. Ganhador do Concurso de Redação da UFSCAR, em 2006. Colaborador da Revista Reuni. Tem publicações na revista científica RUA (UNICAMP) e no LIVRO DIGITAL DE 2011 (UNICAMP).