terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Fôlego



Fôlego

(Mário Liz)

Todo ar cênico acena em mim.
Arsênico à minha tristeza.
Obscena minha dor.
Todas margaridas arrancadas no jardim.
Toda necrose do passado.
Tudo é vivo e cintilado assim.
E tudo é reduzido em nós.
Que quando desatados somos Um.
E quando sóbrios somos ninguém.

Um comentário:

Çá! disse...

"Me diz o que é o sufoco que eu te mostro alguém afim de te acompanhar..."

Quem sou eu

Minha foto
Pouso Alegre, Minas Gerais -, Brazil
Redator Publicitário e Planejamento Estratégico da Cartoon Publicidade, graduado em Publicidade e Propaganda pela UNIVAS. Bacharel em Direito, graduado pela Faculdade de Direito do Sul de Minas. Roteirista do projeto multimídia E-URBANO1 e E-URBANO2, pela UNIVAS E UNICAMP. Ganhador do concurso nacional de redação de 2006 (MEC E FOLHA DIRIGIDA-RJ), onde superou mais de 37.000 concorrentes. Ganhador do Concurso de Redação da UFSCAR, em 2006. Colaborador da Revista Reuni. Tem publicações na revista científica RUA (UNICAMP) e no LIVRO DIGITAL DE 2011 (UNICAMP).