quinta-feira, 21 de julho de 2011


em tempos de cólera, manter-se calado é uma blindagem. e se a boca espumar, simplesmente apague a prosa, o verso, a canção... e se recolha. deixe a verborragia fluir apenas nos sentimentos que não tenham cerdas. o resto é hemorragia: o movimento desordenado do sangue. palavras tem esse peso... e para cada verbo de cicatrização há outros mil ecoando mágoas... uma câmara de eco com cheiro de câmara de gás.

(mário liz)

5 comentários:

Lara Amaral disse...

A palavra rasga, há alguma que estanca. Mas poetar é viver mesmo a gotejar a própria seiva.

Ótimo texto!

Carol disse...

"e para cada verbo de cicatrização há outros mil ecoando mágoas..."

Fato!

Gostei...

Suemis disse...

Já ouvi falar que o magistrado supremo é Deus, e que o juízo final caberá somente a Ele. Enquanto não nos chega o julgamento celestial, reflito que o maior julgador terreno dos nossos atos somos nós mesmos, e a martelada derradeira nos é concedida. Sempre iremos estar equivocados para alguém, sempre haverá alguém descontente conosco, qualquer ato é deletério a depender de quem o julgue. E nós??? Será que o que fazemos nos agrada??? Sentimos-nos plenos com nossos atos????

Flora disse...

As palavras, imateriais, etéreas, internas, cortam mais que um caco velho de espelho... e curam mais que qualquer bandagem medica... é... deve-se ter mais receio por usar as palavras.

Renata de Aragão Lopes disse...

"manter-se calado é uma blindagem"

Meus aplausos!

Abraço,
Doce de Lira

Quem sou eu

Minha foto
Pouso Alegre, Minas Gerais -, Brazil
Redator Publicitário e Planejamento Estratégico da Cartoon Publicidade, graduado em Publicidade e Propaganda pela UNIVAS. Bacharel em Direito, graduado pela Faculdade de Direito do Sul de Minas. Roteirista do projeto multimídia E-URBANO1 e E-URBANO2, pela UNIVAS E UNICAMP. Ganhador do concurso nacional de redação de 2006 (MEC E FOLHA DIRIGIDA-RJ), onde superou mais de 37.000 concorrentes. Ganhador do Concurso de Redação da UFSCAR, em 2006. Colaborador da Revista Reuni. Tem publicações na revista científica RUA (UNICAMP) e no LIVRO DIGITAL DE 2011 (UNICAMP).