quarta-feira, 14 de outubro de 2009

american way of life (anedota fundamentalista)

american way of life (anedota fundamentalista)

mário liz


Osama os odeia.
Obama Osama.

10 comentários:

Lucas disse...

SHAHUMmhuAHUMSmhAHSUH !
MT BOM HEIM ?!?!?!
mas será que ele ama mesmo ?!

Andréa Balsan disse...

bom trocadilho mesmo.. mas levando em conta que todo americano de certa forma é meio culpado pelos osamas.. acaba tendo mais sentido...
ps.: vc viu o Nobel da paz?
isso é piada ou trocadilho tbm?

Cristine Bartchewsky disse...

hauhsuahuahaus

você é ótimo!

BLISTER disse...

ri demaaaaais! :D
tentei pensar em outro trocadilho, mas não tenho essa sua criatividade
hahaha
beeeijo

(Gaby)

Çayuri Haicai disse...

Ai ai... mas ele é tãooo inteligente..rs

Que sacada!

PS.: Te amo, Pário Moeta.. Dr. Trocadilho.

Sour Girl disse...

eheheh
"que sacada" mesmo hehehe

Anônimo disse...

Osama US odeia????
Abs, Willian (El capitan)

Barbara disse...

Osama não existe.
Obama é capaz de amar porque não é fundamentalista como uma grande parte do povo americano.
Obama tem mestiçagem, jogo , flexibilidade ...
Não apenas árabes são fundamentalistas. Há radicais em todos os cantos do mundo e em todas as religiões não é?

Mário Liz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mário Liz disse...

... e há radicais em todo o mundo sim. E não por menos eu "poemei" aqui os extremos do mundo ... o fundamentalismo do "american way of life" e, lado outro, a aversão ao intervencionismo ocidental, por parte de grupos terroristas.

mas é fato: Obama é um grande líder, mas às vezes, eu creio que ele peca no sentido de se achar o salvador do mundo. Hoje os EUA estão longe do status de pilares da civilização moderna. A coisa está maravilhosamente se descentralizando ... e quem sabe (e por que não??!!!); a partir daí, novos valores surjam no âmago de cada pessoa.

quanto ao Osama, de certo modo, é até de se admirar como uma pessoa pode se desapegar a tudo em amor à uma causa.

esse idealismo doentio no decorrer da história criou personagens dantescos como HITLER, BUSH, CORTEZ e etc ...

e, sinceramente, toda revolução feita com armas, pra mim, soa como uma maneira embrutecida de se impor: Fidel e Che Guevara também abraçam este perfil: são fundamentalistas aberrantes que falaram "meia dúzia" de palavrinhas belas e meteram bala em quem fosse contra ...

Quem sou eu

Minha foto
Pouso Alegre, Minas Gerais -, Brazil
Redator Publicitário e Planejamento Estratégico da Cartoon Publicidade, graduado em Publicidade e Propaganda pela UNIVAS. Bacharel em Direito, graduado pela Faculdade de Direito do Sul de Minas. Roteirista do projeto multimídia E-URBANO1 e E-URBANO2, pela UNIVAS E UNICAMP. Ganhador do concurso nacional de redação de 2006 (MEC E FOLHA DIRIGIDA-RJ), onde superou mais de 37.000 concorrentes. Ganhador do Concurso de Redação da UFSCAR, em 2006. Colaborador da Revista Reuni. Tem publicações na revista científica RUA (UNICAMP) e no LIVRO DIGITAL DE 2011 (UNICAMP).