quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011


meu amor, o mundo é uma casa. é uma coisa que há em mim. e há em você. e há em nós, não desamarre. em voz, não se aquiete. só cale a boca por um motivo bom. que vá de encontro ao som da pele. e que redescubra o silêncio.

(mário liz)

6 comentários:

Renata de Aragão Lopes disse...

sempre sonoro...

Carol disse...

Passei pra ser do contra!!

Gostei das mudanças e dos texto sempre!!

...se eu ler algo teu em outro lugar vou saber que é teu...já te falei isso né, essas palavras são você em pessoa...rs

beijo

Flora disse...

só cale a boca pelo som da pele, que vá d encontro ao silêncio, e redescubra um motivo bom.
é incrivel como nao perde o sentido...

e a ilustração é mesmo o puro silêncio.

[ rod ] ® disse...

Silencio ao ler-te porque o som mesmo deixo ao corpo. Lúcido e sagaz!

Abs meu caro.

Mário Liz disse...

"silêncio não se vê"; já diria Arnaldo Antunes.

Amigos, obrigado pela visita.

Abraço forte ...!

cewitail disse...

Good dispatch and this enter helped me alot in my college assignement. Gratefulness you on your information.

paxil

Quem sou eu

Minha foto
Pouso Alegre, Minas Gerais -, Brazil
Redator Publicitário e Planejamento Estratégico da Cartoon Publicidade, graduado em Publicidade e Propaganda pela UNIVAS. Bacharel em Direito, graduado pela Faculdade de Direito do Sul de Minas. Roteirista do projeto multimídia E-URBANO1 e E-URBANO2, pela UNIVAS E UNICAMP. Ganhador do concurso nacional de redação de 2006 (MEC E FOLHA DIRIGIDA-RJ), onde superou mais de 37.000 concorrentes. Ganhador do Concurso de Redação da UFSCAR, em 2006. Colaborador da Revista Reuni. Tem publicações na revista científica RUA (UNICAMP) e no LIVRO DIGITAL DE 2011 (UNICAMP).