sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

 
não me importa o dia. pode ser qualquer dia. mas desde que seja hoje. e agora. e sem muitos modos. modos me lembram medos. e eu já durmo de luz apagada. não me importo em sujar as mãos. nem quero guardanapos. prefiro um naco da sua vida. e qualquer coisa que me complete. mas que não seja pleno. nem plano. gosto do irregular. e de não regular os momentos. quero a completude de um dia. e depois, me sentir só. procurar abrigo. sentir meu umbigo vazio. e desejar o gosto da procura. o norte do paladar. até que a morte, mais uma vez, nos separe.

(mário liz)

8 comentários:

Renata de Aragão Lopes disse...

"e sem muitos modos. modos me lembram medos. e eu já durmo de luz apagada."

Adorei este trecho!

Parabéns pela inspiração constante!

Beijo,
dcoe de Lira

Flora disse...

Um brinde à solidão, que traz a saudade e o anseio da companhia. Um brinde à solidão, que nos faz viver, por cada vez, um só dia.

Porque estar sozinho é morrer, ainda que aos poucos.

Nay* disse...

Se eu conseguisse eleger um predileto, seria este...

Mário Liz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mário Liz disse...

em tempo: minhas leitoras são lindas ...rs uma mais que a outra. E não é puxa-saquismo de escritor! Tenho muita sorte, principalmente nos últimos tempos, de ter leitoras e leitores que realmente estão devorando o que escrevo, comendo as palavras como quem se alimenta de algo realmente necessário. Sou muito grato a todos vocês...este é o estímulo que sempre manterá minha escrita viva e minha alma cheia de fervor para o dia a dia da poesia.

abraço forte, com carinho e gratidão.

lany disse...

A maneira mais doce que eu vi alguém dizer.."não me prenda", não me anule, deixa-me viver ao meu modo"...bjs meu caro poeta Mário.

Thamíris Dias disse...

Querido poeta,

Ando sem tempo, mas continuo andando - o que jah eh uma vitoria - e nesse passo lendo me deparo com as linhas de quem gosta do irregular. De repente minha estrada se transforma numa ponte para meiomarmeiorio!
Bela poesia - a sua.

Beijo, mala!

Mário Liz disse...

gostoso demais receber vocês por aqui.

Thamíris, eu tava com saudade.

Nay e Renata ... fico muito feliz com as visitas e as impressões que vocês deixam aqui.

A Flora eu nem falo nada ... pessoa do coração.

abraço a todos

Quem sou eu

Minha foto
Pouso Alegre, Minas Gerais -, Brazil
Redator Publicitário e Planejamento Estratégico da Cartoon Publicidade, graduado em Publicidade e Propaganda pela UNIVAS. Bacharel em Direito, graduado pela Faculdade de Direito do Sul de Minas. Roteirista do projeto multimídia E-URBANO1 e E-URBANO2, pela UNIVAS E UNICAMP. Ganhador do concurso nacional de redação de 2006 (MEC E FOLHA DIRIGIDA-RJ), onde superou mais de 37.000 concorrentes. Ganhador do Concurso de Redação da UFSCAR, em 2006. Colaborador da Revista Reuni. Tem publicações na revista científica RUA (UNICAMP) e no LIVRO DIGITAL DE 2011 (UNICAMP).